Skip to content

A filósofa e o carrasco

30/09/2013

Em Hannah Arendt, a diretora alemã Margarethe von Trotta dribla excesso de tom romanesco e liberdades ficcionais

por Orlando Margarido | Carta Capital.
.

A temeridade de cinebiografias corre por conta de um excesso de tom romanesco, nas liberdades ficcionais eventualmente tomadas, como os americanos em seus chamados biopics. Em Hannah Arendt, que estreia sexta 5, a diretora alemã Margarethe von Trotta dribla habilmente essa conotação ao se dar conta da impossibilidade de sintetizar a figura da filósofa compatriota e toda a extensão de seu pensamento. Fixa-se num momento significativo tanto pelo fato histórico que assinala como pela polêmica que causará a carreira da estudiosa alemã radicada então em Nova York. Condição essa que problematizará suas raízes judaicas e a visão imediata do nazismo nos anos 1960.

O fato determinante é o julgamento de Adolf Eichmann, tenente da SS acusado de ser o grande mentor do extermínio em massa dos judeus. Arendt cobriu o processo a pedido da revista The New Yorker e da experiência escreveu Eichmann em Jerusalém, no qual elabora uma teoria por ela sintetizada no termo “banalidade do mal”. Dizia não ter encontrado o monstro carrasco que esperava, mas uma personalidade comezinha, burocrática. Eichmann seria, assim, não um tipo de natureza cruel, mas banal. Arendt foi adiante e levantou a hipótese de os judeus terem se comportado de forma passiva ante o terror.

Podem-se imaginar as formas de retaliação que recebeu. Von Trotta não precisaria de mais dramaticidade para compor esse quadro impactante, mas ainda tem o talento da atriz Barbara Sukowa como Hannah, as imagens reais de Eichmann, nunca um ator, e a relação da pensadora com o mestre Heidegger.

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: